fbpx

DETECTR e SHERLOCK – Duas novas armas do sistema CRISPR na identificação de diversas doenças

Dois artigos publicados recentemente mostraram duas incríveis aplicações da tecnologia da CRISPR na área de diagnósticos. Vejam só:

DETECTR

Essa tecnologia pode identificar fragmentos de DNA que indicam a presença de infecções virais ou crescimento de câncer além de permitir a identificação de genes defeituosos.  Nesse estudo utilizou-se uma enzima chamada Cas12a que ao encontrar seu alvo, emite um sinal luminoso, indicando sua ligação. A equipe testou sua criação no diagnóstico de dois tipos de HPV: no HPV16 o teste acertou todas as 25 amostras testadas. No HPV18 ela identificou 23 das 25 vezes testadas. O mais interessante é que esse método é muito mais fácil e rápido, além de não requerer equipamentos especiais.

SHERLOCK

Esse teste é realizado através de um papel que identifica assinaturas genéticas ou moléculas alvo associadas a inúmeras condições de saúde, como a gravidez por exemplo. Através de um método de diagnóstico barato, o teste pode ser usado para encontrar por exemplo DNA de tumor livre presente em sangue de pacientes com câncer de pulmão. Também pode identificar vírus Zika e Dengue simultaneamente! A Cas13 se liga a partes específicas de RNA alvo, como por exemplo a um gene de uma bactéria que lhe dá resistência a antibióticos ou até mesmo a uma mutação causadora de câncer. Uma vez que encontra a sequência genética, ele corta fragmentos de RNA sintético e emite um sinal, demonstrando que a Cas13 encontrou seu alvo.

 

Veja mais sobre SHERLOCK no video a seguir:

Fontes: Sherlock e DETECTR

 

9 de janeiro de 2020

0 respostas em "DETECTR e SHERLOCK - Duas novas armas do sistema CRISPR na identificação de diversas doenças"

    Deixe sua mensagem

    CNPJ: 23.298.851/0001-68 NACIENTIFICO - Cursos de Aprimoramento LTDA